Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Coisas do amor

Domingo, 20.01.08

 

 

"Nunca se sabe o que é para sempre, sobretudo nas coisas do amor.

 E era uma coisa do amor, isto tudo.

 São tão estranhas as coisas do amor que não se compreendem por inteiro.

 Tem de se estar sempre a fazer suposições.

 Nunca se sabe como é até que ponto e até quando.

 Esta obsessão chega para impedir a vida, o amor,

 amaldiçoá-lo como um espectro."   

 

Pedro Paixão

in , Nos teus braços morreríamos

 

 

E nas coisas do amor...estão também os maiores medos,

os desejos inconfessáveis...as maiores alegrias...

nas coisas  do amor é que nos perdemos e encontramos...

num percurso deslumbrado, encantado de pétalas aveludadas...

olhares em tardes amenas, pintam-se promessas em tons de fogo...

erguem- se sonhos, num esvoaçar de asas entrelaçadas...

e nas coisas do amor...escurece o brilho, dum olhar o mar...o céu...

esbatem-se todas as cores numa indiferença apressada... muda

e à saudade, à dor, à mágoa...nos entregamos num desencanto anunciado

...

e nas coisas do amor há outro olhar que inflama ternamente e vislumbra-se

recomeço...

Coisas do amor.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por dolce_vita às 00:33


8 comentários

De Blogadinha a 20.01.2008 às 16:33

Nada é para sempre e nem toda a incompreensão é corrosiva. Estranhar certos truques para entranhar todo o número, como se de ilusionismo se tratasse! E quantas vezes não o chega a ser...

Ai, Rosinha, Rosinha... feliz pelo seu apontamento.
Bem mais encantador e sensato do que uma aparente "história mal resolvida" transmitida pelo autor apresentado!!

Bom Domingo.
Beijinhos.

Ah!! E para o caso de ainda não o ter feito (confesso a minha ignorância a respeito...):

UM EXTRAORDINÁRIO 2008 PARA SI!!

De dolce_vita a 20.01.2008 às 17:03

Amiga,é com imenso prazer que leio os seus comentários,sempre pespicazes,objectivos...a "Rosinha"escreveu sobre coisas do amor,porque ainda acredita nele e discorda da visão da "história mal resolvida"transmitida pelo Escritor Pedro Paixão.
Obsessão não combina com sentimentos.
um beijo e uma boa semana
Rosa

De justme_nina a 21.01.2008 às 09:59

oi!

As coisas do amor, fazem sempre mais mal que bem.
A ferida fica sempre aberta, mesmo que nos tentemos iludir com o contrário.

De angel a 21.01.2008 às 16:16

Sim são mesmo essas..as coisas do amor...uhauu..gostei mesmo do post é mesmo tão verdade essas coisas do amor...
e..."nas coisas do amor há outro olhar que inflama ternamente e vislumbra-se..."...não imaginas o significado que teve esta frase para mim..é sempre bom passar por aqui..gosto de te ler..muito..um beijinho muito doce para ti...

De Arco-Íris a 21.01.2008 às 20:37

Olá Obrigada pela visita, são poucos os momentos que ultimamente dedico à música, e a tudo, a minha vida encalhou, e ando a ver se consigo voltar è tona...

Beijo Grande
Adoro o teu blog.

De Longedetudo a 08.02.2008 às 15:33

"Esta obsessão chega para impedir a vida..." ; verdade.
Alegria, mágoa e dor, essas são mesmo as coisas do amor!

Continua com o blog.

De dolce_vita a 08.02.2008 às 17:40

Agradeço a sua vissita.Desta foama conheci o seu blog e fiquei surpreendida com os poemas...o seu comentário a este post,faz todo o sentido depois que " li ",alguns dos seus sentimentos,encantos e desamores...só mesmo o amor,provoca e desencadeia em nós,tais emoções.
Este espaço está aberto para o visitar.
Até breve

De Aida guimarães a 10.07.2012 às 01:25

Eu Gostei amei dedico ao meu querido cipriano

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031





comentários recentes